Litteratura
Version imprimable de cet article Version imprimable

Página inicial > Século XX > Fernando Pessoa (1888-1935) > Esoterismo > Pessoa: OS HERMÉTICOS

ROSEA CRUZ

Pessoa: OS HERMÉTICOS

Seleção do espólio do autor por Pedro T. Mota

sexta-feira 1º de agosto de 2014

Fragmentos dos escritos do espólio de Fernando Pessoa, organizado por Pedro T. Mota, sobre o tema «ROSEA CRUZ».

53B-54 (m) R. Cruz

«O fato», continuou o desconhecido, «é que tudo está mais complexamente ligado e interlógico do que se julga. Ou tudo deve estar relacionado e ... ou então não: ou a lei ou o acaso deve reger tudo. O acaso não é... E se é a lei, porque há-de ela parar num ou noutro ponto, porque não há-de ela dominar tudo? Se a lei rege o movimento dos astros, porque não há-de ela reger o encontro tido por (b) casual de duas pessoas. Se os astros são elementos no trabalhar da lei, porque não o serão os sentimentos humanos.

Porque não hão-de as estrelas reger as vidas humanas e os seres humanos, e a hereditariedade e o meio também, e na mesma lei, que, por ser lei, há-de ser uma, i.e., por ser uma, deve ser a mesma sob a aparência diversa dela.

(b) V. dito


Ver online : Fernando Pessoa