Litteratura
Version imprimable de cet article Version imprimable

Página inicial > Século XX > Fernando Pessoa (1888-1935) > Esoterismo > Pessoa: ÁTRIO

Fernando Pessoa e a filosofia hermética

Pessoa: ÁTRIO

Org. do espólio de Yvette Centeno

sexta-feira 1º de agosto de 2014

Excertos do espólio de Fernando Pessoa contido no livro «Fernando Pessoa e a filosofia hermética», org. por Yvette Centeno.

FM (Atr).

Sentido moral: regra de vida; dever de se conservar fiel ao que se jurou, etc.

Sentido histórico: A abolição da Ordem do Templo Consequências.

Sentido filosófico: o que sucede a todos os Exemplares.

Sentido religioso: a unidade de todas as religiões na figuração igual do Deus sacrificado e ressurrecto (em outro aspecto, e em nós)?

*Sentido místico: o M. (linguagem, por exemplo, do budismo esotérico) quer dizer Ego intimo. É morto pelo Mundo, a Carne e o Diabo, mas ressurge dessa falsa morte, pois que não foi ele que morreu mas a sua «figura».

*Nos sentidos 1 a 4 da E. vê-se o mesmo símbolo a desdobrar-se cada vez mais, mas sempre no mesmo caminho e sentido. O sentido 1 aplica-se diretamente à Ordem direta; o 2 à origem da Ordem; o 3 ao sentido geral que tem esse sentido; o 4 ao sentido supremo que tem esse sentido 3. (Ha que não esquecer que, no sentido 2, o M. significa a O. do T. e não o G.M. dela, que aparece no sentido 3.)

*Nos sentidos 1 a 4 da D. o mesmo sucede No 1 o M. est anima. No 2 est Deus. No 3 Ch. est. (ex.) O 4 não se conhece.

(Esp. 53-78)


Ver online : Fernando Pessoa